Domingo, 7 de Dezembro de 2008

Carta ao Pai Natal

Caro Pai Natal,
 

Sei que, nesta altura do ano, o Pai Natal está a receber muita cartas, principalmente das crianças com tão variados pedidos. Sei que as crianças em todo mundo sonham com um presente seu... julgo que as crianças no meu país também. Faço votos para que os sonhos destas crianças possam ser concretizadas independentemente das condições sociais.

 

Sei que neste Natal os que tudo têm, os previligiados vão fazer com que o Natal entre nos seus lares, nas suas knuas e uma-kain com muitas cores, comigas e prendas, mas os que nada têm vão lutando para que vivam o Natal da melhor maneira possível. Mesmo que não haja cores, comidas variadas e prendas terão sempre sorriso e alma para partilhar com os seus próximos. Os responsáveis por estas diferenças e dicotomias são os políticos.

 

Por isso Pai Natal, escrevo-lhe apenas para pedir algo especial ao meu país e aos responsáveis políticos do meu país, de todas as cores e tendências, porque sei que eles o ouvem e escutam nesta altura do ano. Também sabem que o Pai Natal é símbolo de dádiva, amor e fraternidade. Apresento-lhe o meu singelo pedido:

 

  • Que distribua um pouco de mais bom-senso aos políticos do meu país para que a governação seja mais fluida, mais transparente, mais honesta;
  • Que a riqueza do país seja distribuída responsavelmente a população através da criação de emprego e campos de trabalhos. Sabe, Pai Natal, a população do meu país ganha menos 1 dolar por dia. 
  • Que haja melhor redistribuição da riqueza do meu país, para que todos possam ter melhores casas, melhor educação, mais saúde e melhor vida, ou seja, serem mais felizes e melhor acreditarem nas pessoas que nos Governam;
  • Que os políticos do meu país deixem de utilizar os jovens nos seus joguinhos de política-barata pondo-lhes uns contra os outros. 
     

Pai Natal, não quero alongar muito esta carta, mas tudo que lhe pedi, penso que é o mais justo com esperança de poder contribuir para que os meus concidadãos timorenses, onde quer que estejam, em especial os que estão na nossa querida Pátria sejam mais felizes, mais justos e mais honestos.

 

Através de si Pai Natal desejo um bom Natal para todos e que o novo ano que se aproxima seja mais risonho para os meus concidadãos.

 

Votos de Maunana

Portsmouth

Por Zito Soares às 13:43
| Comentário
1 comentário:
De Anónimo a 8 de Dezembro de 2008 às 10:38
Anónimo disse...
Forte abraço Zito Soares! E força! A escrita tem muito mais força que as armas.

A tua escrita reconhece-se estejas tu onde estiveres, inclusivé aqui.

Que a tua moderação faça escola.

Não me esquece as tuas palavras: "... agora é preparar o partido para as próximas eleições..."

Isso é que era bom de se ver. Timor merece isso.

abraço de coimbra...
"não até breve mas sim, até sempre!"

8 de Dezembro de 2008 4:31
___________________

h correia disse...
Subscrevo também esta carta. Afinal não precisamos pedir muito...

8 de Dezembro de 2008 11:22
____________________

Anónimo disse...
Caro Maunana!
Querido filho.
Aqui o Santa Klaus, gostou muito da tua missiva e acha-a bastante razoavel.
Assim, gostaria de te dizer:
Isso ja vem acontecendo desde a ultimas eleicoes no teu lindo pais.
A governacao atual e bem melhor que a anterior e ate foi capaz de trazer o antigo PM para a "baila";
"Que a riqueza do país seja distribuída responsavelmente a população através da criação de emprego e campos de trabalhos. Sabe, Pai Natal, a população do meu país ganha menos 1 dólar por dia".
Para que isso aconteca o atual governo esta a tentar utilizar parte do dinheiro do petroleo para criar as infraesturas necessarias embora encontre obstaculos de todas as cores, nomeadamente, rosa e encarnadas.(Nao do Benfica).
"Que haja melhor redistribuição da riqueza do meu país, para que todos possam ter melhores casas, melhor educação, mais saúde e melhor vida, ou seja, serem mais felizes e melhor acreditarem nas pessoas que nos Governam";
Isto esta directamente ligado ao ponto anterior.
"Que os políticos do meu país deixem de utilizar os jovens nos seus joguinhos de política-barata pondo uns contra os outros"
Assim que eles forem mais educados etc.. deixaram de ser presa facil para os tubaroes.
Pai Natal, não quero alongar muito esta carta, mas tudo que lhe pedi, penso que é o mais justo com esperança de poder contribuir para que os meus concidadãos timorenses, onde quer que estejam, em especial os que estão na nossa querida Pátria sejam mais felizes, mais justos e mais honestos.
Estou ciente que eles sao felizes,justos e honestos.Olha que por muita das vezes quando comecam a ter tudo isso, em casa ou em paises ricos, tornam-se muito egoistas e nao passam muito cavaco a santa terrinha.

Para ti meu filho, vou-te enviar uma sebenta, um almanaque borda de agua, e umas lapiseiras, para continuares a escrever esses teus belos rabiscos.

Nao te esquecas de dar um forte abraco e um feliz natal ao pessoal ai na Inglaterra e na Irlanda.

Santa Klaus
Polo Norte
(Aikadirum Laran)
8/12/08

Comentar post

»Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30

»Posts Recentes

» Que substituirá a Social-...

» Timor-Leste: MARI ALKATIR...

» Timor-Leste: INDONÉSIA VA...

» Quem derrubou as torres e...

» De St. Austell para Oxfor...

» Os encantos de Coimbra

» Memória da ocupação de Em...

» Memória da ocupação de Em...

» Memória da ocupação de Em...

» Memória da ocupação de Em...

»Arquivos

blogs SAPO

»subscrever feeds